Produtos Naturais com propriedades anti-aging e fotoprotetora.

A exposição à radiação ultravioleta (UVA/UVB) pode causar inúmeros problemas para a saúde, tais como queimaduras; envelhecimento precoce e câncer de pele. A principal proteção contra os danos causados pela radiação UV são os filtros solares, os quais são preparações para uso tópico que possuem a capacidade de reflexão ou absorção da radiação UV. Novos ativos de origem vegetal podem ser utilizados no desenvolvimento de produtos diferenciados, inovadores e de alto valor agregado.

A Lychnoflora atua na área de P&D&I de novos ativos cosméticos vegetais, utilizando os princípios de Química Verde para obtenção de extratos vegetais enriquecidos em metabolitos secundários com significativa atividade na redução do estresse oxidativo e do envelhecimento precoce da pele.

Um dos projetos desenvolvidos pela Lychnoflora com apoio do Programa RHAE do CNPq é o desenvolvimento de um extrato enriquecido com propriedades anti-aging e fotoprotetora de uma planta da biodiversidade brasileira. Os resultados deste projeto são promissores, já que foram observadas características importantes para a produção de um insumo cosmético:

  • A fração que mostrou atividade foi obtida de acordo com os conceitos da Química Verde.
  • Caracterização química e quantificação dos marcadores no extrato.
  • O processo de purificação desenvolvido aumentou a concentração dos principais marcadores e proporcionou a retirada de constituintes que podem interferir no processo farmacotécnico e na atividade biológica. 
  • O extrato obtido e incorporado em uma base mostrou um valor de FPS in vitro entre 2-5;
  • O extrato enriquecido mostrou uma significativa atividade antiinflamatoria e antioxidante;
  • Os ensaios em cultura de células de fibroblastos mostraram que a fração não apresenta citotoxicidade sobre estas células, além de aumentar sua viabilidade quando submetidas à exposição UVB.

Atualmente, a Lychnoflora finaliza os testes para avaliação da incorporação deste insumo em formulações cosméticas e ensaios clínicos. Para atingir o consumidor final, a Lychnoflora busca o estabelecimento de uma parceria com indústrias cosméticas ou farmacêuticas para a produção de uma linha de produtos cosméticos ou ainda o licenciamento da tecnologia.

Este projeto é desenvolvimento em conjunto com a Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP-USP).

0 comentários on "Novos ativos cosméticos vegetais"

Here`s your chance to leave a comment!

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.